sábado, abril 25, 2009

???????!@#$¨&*(%¨*&

segunda-feira, abril 20, 2009

Um ano.

Um Heitor!

domingo, abril 05, 2009

Domingo, 05 de abril de 2009.

O amor é o ridículo da vida. A gente procura nele uma pureza impossível, uma pureza que está sempre se pondo. A vida veio e me levou com ela. Sorte é se abandonar e aceitar essa vaga ideia de paraíso que nos persegue, bonita e breve, como borboletas que só vivem 24 horas. Morrer não dói.

Cazuza

quarta-feira, abril 01, 2009

Quarta-feira, 1 de abril de 2009.

Vou registrar o meu dia, é essa a função deste blog, creio eu. Uma das maneiras de eu não esquecer os meus longos, dolorosos e felizes dias. Eu tenho perda de memoria ou algo parecido, queria descobrir. Odeio quando acontece 'Lembra quando a gente foi em tal lugar e fez tal coisa?' e eu respondo depois de uma rápida busca mental e digo 'Ah, -ãão'. É triste, acredite. E frequente. Eu escuto uma música que não faz sentido algum pra mim, não não não não, a música dança e eu viajo. Ou a música viaja e eu danço, algum dos dois. E falar coisas que não fazem sentido é bom. É melhor que não fazer nada quando se tem vontade de escrever sem parar, escrever rápido, e rápido e mais rápido até não conseguir mais parar ou parar totalmente.

Oh, tédio!

Dai-me algo pra fazer além de pensar.