terça-feira, julho 08, 2008

Hoje e amanhã.

Afinal deste dia fica o que de ontem ficou e ficará de amanhã: a ânsia insaciável e inúmera de ser sempre o mesmo e outro.

0 Comentários:

Postar um comentário