quarta-feira, janeiro 09, 2008

Quarta-feira, 9 de janeiro de 2008.

'Não quero perguntar por que, pode-se perguntar sempre por que e sempre continuar sem resposta: será que consigo me entregar ao expectante silêncio que se segue a uma pergunta sem resposta? Embora adivinhe que em algum lugar ou em algum tempo existe a grande resposta para mim.'

CL

0 Comentários:

Postar um comentário