domingo, agosto 12, 2007

É.

'Muitos irão notar isso ainda hoje, outros demorarão anos até caírem na real. Até lá, o mundo vai oferecer doses de ilusão, pessoas vão ser refúgios e corações vão ser partidos. Mas acima disso, há uma sensação mais forte, porque eu ainda creio que não há lugar melhor pra se viver do que no calor do nosso corpo. E essa constatação existe quando nós perdemos e na rasura que deixa ilegível seu mapa mental, uma tarde de domingo aparece, o choro vem e você busca trilhões de motivos dentro da caixa chamada coração. São tantos mistérios ainda a serem revelados e saber que eles vão tirar o seu ar e de alguma maneira mudar sua alma dá medo, dá uma doce esperança para quem tanto precisa.
Porque mesmo que seja bobagem para alguns, a esperança é o que se precisa abraçar quando tudo o que você tinha de sólido, vira uma grande dúvida incalculável. Quando perder algo significa querer voltar... Às vezes perder é constatar uma preciosidade do passado. Quantas perdas você teve nesse ano? Quantas conquistas você, em silêncio, viveu? Dizem que não arriscar nada é arriscar tudo, portanto quem souber lidar com a balança das derrotas e vitórias estará a um passo na frente de todos, respirará ares muito mais puros, mesmo morando no coração de uma grande cidade. Equilibrar a balança é inspirar como se fosse à primeira vez.
E que no fôlego dos novos ares, você saiba estar próximo de quem te dá ânimo pra viver, daqueles que te calam com atitudes inexplicáveis. Conheça as verdades de quem tem muito pra te falar, e não fuja das longas conversas que vão estremecer o que você tinha como certo. Seja rápido, reconheça seus amigos, reconheça suas paixões e arrisque de olhos fechados antes que o tempo transforme tudo em passado. Saiba que esses anos são os melhores da sua vida, saiba que a juventude traz pequenas sensações que você jamais viverá quando mais velho. Que as simples situações, como um telefonema quando você menos espera, podem te dar um sorriso que vale milhões.
Enfrentando épocas de loucura, dias nublados, não recuse o desconhecido, abrace-o com a força que só você pode ter, ousando ser e ter o que sempre quis, feche janelas, mas nunca feche todas as portas. Descubra o prazer começando pelo começo, não tenha pressa. Quando há reciprocidade, não há fuga. Entenda de uma vez por todas que você não pode ter tudo.. Entenda aos pouquinhos se quiser, mas se algo desejado não der certo, encare a perda com lágrimas nos olhos, mas não perca jamais esse desejo mais puro de segurar a felicidade.
Essa felicidade que pode ser perigosa, mas é a única que pode te salvar do inferno dos dias, das noites que são apenas escuros e dos rostos que são apenas rostos. A felicidade que só sua alma reconhece nesse momento reside em algum lugar, encontre-a. Respire esse novo fôlego e ouse acreditar que todo esse mundo foi feito para você e tem o seu nome escrito em cada estrada, em cada pedra que você pisar, como uma tatuagem, como a mais forte lembrança de dias que serão inesquecíveis.'

0 Comentários:

Postar um comentário